Notícias Mundo

Notícias ao vivo, medalhas e resultados em 31 de julho

O americano Caeleb Dressel nada na final dos 100 metros mariposa em 31 de julho.  Dressel levou para casa o ouro neste evento.
O americano Caeleb Dressel nada na final dos 100 metros mariposa em 31 de julho. Dressel levou para casa o ouro neste evento. Grzegorz Bull / AP

É sábado, 31 de julho em Tóquio. Faltam oito dias para as Olimpíadas, e este fim de semana está cheio de eventos. Veja o que está acontecendo na capital japonesa, tanto no mundo dos esportes quanto em sua periferia.

Sucesso surpreendente do Japão: Estamos uma semana antes das Olimpíadas de Tóquio e o Japão já tem 17 medalhas de ouro – um novo recorde nacional. Apenas a China, de 19 anos, é mais velha.

Essas vitórias ajudaram a despertar emoções em Tóquio. Antes do início dos Jogos, as pesquisas mostraram que a maioria dos residentes desaprovava a decisão do governo de avançar com um grande evento esportivo em meio à emergência do coronavírus. Mas assistir à TV no Japão mostra que as pessoas estão sintonizando para assistir, e há empolgação no ar. Nas ruas de Tóquio, muitos tentam festejar o sucesso de sua nação enquanto aderem às medidas de saúde pública introduzidas pelo governo.

A pandemia está se aproximando: O sucesso esportivo do Japão não significa que está tudo bem na capital. Os casos de Covid-19 continuaram a aumentar e as autoridades disseram na sexta-feira que identificaram mais 3.300 infecções. O primeiro-ministro Yoshihide Suga estendeu o estado de emergência para a área metropolitana de Tóquio e Okinawa e estendeu o estado de emergência para quatro outras prefeituras – Saitama, Chiba, Osaka e Kanagawa – até 31 de agosto.

A Associação Médica Japonesa, a maior associação médica do país, alerta que, a menos que seja feito mais para conter a disseminação do Covid-19, o sistema médico do país pode “entrar em colapso”.

“Temos que tomar todas as medidas para evitar a explosão de uma infecção e o sistema médico está sob pressão”, acrescentou Toshio Nakagawa, chefe da associação, na quinta-feira.

Um começo de fim de semana agitado: O sábado começou com a Grã-Bretanha conquistando o ouro no primeiro revezamento misto de triatlo olímpico.

A penúltima competição de natação começou logo depois que a estrela americana Caeleb Dressel venceu a corrida masculina de 100 m borboleta. Sua compatriota Katie Ledecky venceu a corrida de 800m de estilo livre, seu último evento nesta Olimpíada. Foi sua segunda medalha de ouro e a última prova em Tóquio 2020. A britânica venceu a última prova do dia, uma corrida de revezamento misto de 4×100 metros.

Outros eventos importantes a serem observados:

  • É um ótimo dia para jogar tênis. O número 1 do mundo, Novak Djokovic, jogará pelo bronze no single masculino após uma derrota chocante na semifinal contra o alemão Alexander Zverev. A disputa pela medalha de ouro feminina será disputada ainda no mesmo dia, quando a tcheca Marketa Vondrousova enfrentará a suíça Belinda Bencic. Tudo termina com uma interessante partida de duplas mistas pela medalha de bronze em que homens e mulheres nº 1 – Ashleigh Barty da Austrália e o sérvio Djokovic – se enfrentam. Barty joga com John Peers e Djokovic com Nina Stojanovic.
  • A partida da medalha de ouro do rugby feminino acontecerá às 18:00, horário de Tóquio. As partidas do dia determinarão quem disputará o grande prêmio.
  • Esta noite haverá finais de disco masculino, revezamento misto 4×400 metros e corrida de 100 metros feminino.

Leave a Comment