Novas

Senegal: Onze recém-nascidos morrem em incêndio em hospital

“Acabei de saber com dor e consternação sobre a morte de 11 recém-nascidos”, disse Sall em um tweet.

“Expresso minha profunda solidariedade às suas mães e suas famílias”, acrescentou.

A CNN entrou em contato com o hospital, mas ainda não recebeu uma resposta.

Em um comunicado divulgado na quinta-feira, o Ministério da Saúde do país disse que tem um plano de resposta à crise em vigor e que “está sendo feito arranjos para ajudar as famílias das vítimas”.

O comunicado do ministério acrescentou que o ministro da Saúde Abdoulaye Diouf Sarr, que participa da Assembleia Mundial da Saúde em Genebra, encurtou sua viagem e retornará hoje ao Senegal.

O Ministro do Planeamento Regional e Governo Local do Senegal, Cheikh Bamba Dieye, descreveu o incidente fatal como “aterrorizante e inaceitável”, ao mesmo tempo que pediu uma investigação sobre os sistemas de saúde do país.

“Estou chocado com as mortes aterrorizantes e inaceitáveis ​​de 11 bebês recém-nascidos em Tivaoune. Tragédias recorrentes em nossos hospitais nos lembram da obrigação de revisar minuciosamente a qualidade dos serviços em nossos hospitais. Minhas mais profundas condolências às famílias ” ele disse na postagem do Twitter.

Leave a Comment