Entretenimento

Julgamento de Johnny Depp: Kate Moss testemunha que ele nunca a empurrou escada abaixo

Moss, que testemunhou por menos de três minutos, disse que teve um relacionamento romântico com Depp de 1994 a 1998. A equipe de Depp a chamou como testemunha desmentida em resposta ao depoimento de Heard, que disse no estande que estava pensando no boato que Depp havia empurrado Moss quando ela e sua irmã Whitney Heard Henriquez discutiram com Depp perto da escada.

“Ele atacou Whitney e eu ouvi um boato sobre isso, um boato vago”, testemunhou Heard em 17 de maio.

Na quarta-feira, Moss testemunhou sob juramento que o boato era falso – que o então casal havia ido para a Jamaica durante o relacionamento e que em um ponto da viagem houve uma tempestade e que Moss caiu da escada e machucou as costas.

“Estávamos saindo da sala e Johnny saiu da sala mais cedo do que eu e houve uma tempestade, e quando saí da sala caí da escada e machuquei minhas costas”, disse Moss. “Eu estava gritando porque não sabia o que havia acontecido comigo e estava sofrendo, e ele veio correndo me ajudar, me carregou para o meu quarto e recebeu atendimento médico”.

O advogado de Depp perguntou a Moss se Depp a empurrou escada abaixo durante o relacionamento.

“Não. Ele nunca me empurrou, me chutou ou me derrubou escada abaixo”, testemunhou Moss.

Moss não foi questionado pela equipe de advogados de Heard.

Depp processou Heard por US$ 50 milhões em um artigo publicado no Washington Post em 2018 no qual ela escreveu que o ator alegou que o difamou e o fez supostamente perder o emprego. Heard entrou com uma ação de US$ 100 milhões contra Depp, alegando que as declarações de seu advogado chamando suas alegações de abuso por parte de Depp de “fraudulentas” a difamaram e lhe custou o emprego.

O julgamento, que acontece na Virgínia, está em andamento desde meados de abril. Os argumentos finais sobre o assunto são esperados na sexta-feira.

Leave a Comment